quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Teixeira-PB: Falta d´agua crônica causa transtornos a moradores do município; Veja!

Foto: Thadeu Filmaegens
Falta d´agua crônica causa transtornos a moradores do município.
Os habitantes do município de Teixeira vêm sofrendo a meses com um grave problema de infraestrutura pública: a falta d´agua.
Esse problema, que infelizmente já é crônico na cidade, vem se agravado nos últimos meses devido principalmente ao descaso da Cagepa.

Segundo relatos de moradores à nossa reportagem, na maioria dos bairros a água chega em períodos escassos de cinco em cinco dias, em pequena quantidade, e o fornecimento dura apenas algumas horas, impossibilitando assim que as pessoas possam armazenar o mínimo de água para os serviços domésticos.
O problema é tão grave os moradores do bairro Pedra do Galo (foto), nos arredores da cidade, tiveram de recorrer ao empresário Zé Mário que o mesmo os ajudasse, instalando canos e trazendo água do seu açude particular, que fica nas proximidades.

Escolas sem aula
Devido à falta d´agua, a diretoria do Colégio Estadual Sebastião Guedes da Silva, que funciona em período integral, foi obrigada a suspender as aulas no horário da tarde dois dias seguidos (Segunda e Terça), pois não havia água suficiente para fazer a merenda nem manter os alunos na escola. Essa não é a primeira vez que os alunos ficam sem aula por causa da falta d´agua, o que causa inúmeros transtornos e atraso no conteúdo escolar dos mesmos.

Clima de Racionamento
Devido a essa falta d´agua recorrente em Teixeira, instalou-se na cidade um clima de racionamento, que foi comum durante a estiagem pela qual a região passou no ano passado. Isso seria aceitável se não fosse um pequeno fato: todos os reservatórios que abastecem o município estão com água. Segundo dados oficiais da AESA, os açudes de Riacho de Moça (8,8%), Bastiana (11,5%) e São Francisco (11,2%) possuem água suficiente para abastecer a cidade.

Apelo
Diante desta situação, fica mais uma vez o apelo da população teixeirense à Cagepa para que procure solucionar o problema da falta d´agua no município o mais rápido possível.
Raízes do Sertão:.s

Eleições 2014: Confira o que fica proibido de quinta a domingo

Com a proximidade do primeiro turno das eleições no domingo (5), a Justiça Eleitoral tem algumas regras que não podem ser esquecidas por candidatos, partidos políticos e coligações.
Segundo a Lei Eleitoral, amanhã (2) é o último dia para a exibição da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. É também o prazo final para os candidatos fazerem reuniões públicas de campanha, comícios e para a utilização de aparelhagem de som fixa, entre as 8h e a meia-noite.
Quinta-feira também é a data limite para a realização de debates políticos na televisão ou no rádio. Debates iniciados no dia 2 podem se estender, no máximo, até as 7h do dia 3 de outubro. Também até amanhã, partidos políticos e coligações terão que indicar à Justiça Eleitoral o nome das pessoas autorizadas a expedir as credenciais dos fiscais e delegados de partido que estarão habilitados a acompanhar os trabalhos de votação.

Sexta-feira (3) será a data limite para que se faça a divulgação paga, na imprensa escrita, a reprodução na internet do jornal impresso, de propaganda eleitoral. Ainda nesta sexta-feira, os presidentes de mesa que não tiverem recebido o material destinado à votação deverão comunicar a falha ao juiz eleitoral.
No sábado (4), termina a propaganda eleitoral com uso de alto-falantes ou amplificadores de som, entre as 8h e as 22h. Carreatas, caminhadas, passeatas e a distribuição de material gráfico também só poderão ser feitos até as 22h deste sábado.

Desde terça-feira (30), até 48 horas depois do encerramento da votação, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou ainda por desrespeito a salvo-conduto. A proibição de prisão de candidatos está em vigor desde o último dia 20. No entanto, quem concorre a cargo eletivo pode ser detido ou preso em caso de flagrante delito.
Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, a competência para proibir a venda de bebidas alcoólicas no dia da votação é da Secretaria de Segurança Pública de cada estado, município ou do Distrito Federal.
Fonte: AgênciaBrasil

Escolas de município paraibano ultrapassam notas de IDEB prevista apenas para 2021

O município de Bernardino Batista, no Sertão da Paraíba, atingiu a nota de 4,6 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), no ano de 2013, referentes às primeiras séries do Ensino Fundamental, que tinham como meta a nota de 3,3. 

O resultado ficou 1,3 pontos acima da meta, ultrapassando também, com sete anos de antecipação, a nota prevista pelo Ministério da Educação para o município no ano de 2021, que é de 4,5. Os dados foram divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). 

Em comparação com as notas das escolas municipais dos dois principais centros de educação da Paraíba, as cidades de João Pessoa e Campina Grande, que conseguiram atingir as metas projetadas para 2013, de 4,5 e 4,2 pontos, respectivamente, os resultados obtidos pelo município de Bernardino Batista demonstram a eficácia da educação inicial para os estudantes da pequena cidade sertaneja.

A secretária de educação do município Bernardino Batista, Rita de Cássia, destacou e agradeceu o empenho dos professores e demais profissionais da rede. “O resultado só foi possível com o trabalho cotidiano e sistemático dos gestores das escolas e da equipe, junto com os professores, focados na aprendizagem dos conteúdos”, disse.
Confira aqui as notas do IDEB nos demais municípios da Paraíba.
Fonte: PortalCorreio

Presos por crimes eleitorais no dia 5 serão encaminhados às Polícias Civil e Federal

No dia das eleições, os presos por crimes eleitorais serão encaminhados aos polos da Polícia Federal e delegacias de Polícia Civil no Estado. Este ano, não haverá um espaço específico destinado a receber quem for flagrado cometendo esse tipo de delito. A medida foi acordada entre as polícias federal e estaduais durante reuniões realizadas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
 
Segundo o delegado geral adjunto da Polícia Civil, Isaías Gualberto, as pessoas que forem presas cometendo ilícitos previstos no período eleitoral serão levadas prioritariamente para a Polícia Federal, que vai instalar mais de 15 polos de atuação na Paraíba. “Em João Pessoa, por exemplo, os presos anteriormente eram encaminhados ao Ginásio Ronaldão, mas agora vão diretamente para a sede da PF.
Da mesma forma acontecerá em Campina Grande, onde antes essas pessoas eram concentradas no Ginásio Meninão”, informou. Ele acrescentou que nas cidades onde não houver reforço de policiais federais, a Polícia Civil agirá de forma supletiva, conforme Resolução 11.494/2014, já publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
Isaías Gualberto frisou que nos casos de quaisquer outros crimes cometidos em flagrante, os acusados serão encaminhados às delegacias distritais, especializadas e municipais a fim de que seja realizado procedimento. “Nos casos em que for cabível a arbitragem de fiança, isso será feito. Nos outros, os presos serão encaminhados às unidades prisionais do Estado”, destacou.
Ao todo, 950 policiais civis, entre delegados, agentes de investigação, escrivães e servidores do Instituto de Polícia Científica (IPC) estão escalados para reforçar o policiamento nos 223 municípios paraibanos. Para o trabalho, também foram disponibilizadas 220 viaturas e ainda dez veículos do IPC e 18 rabecões.
Fonte: Parlamento-PB

Primeiro dia de greve dos bancários tem adesão de 84% dos funcionários na Paraíba; Confira!

A adesão dos bancários no primeiro dia da greve nacional da categoria atingiu 84,73% na base do Sindicato dos Bancários da Paraíba, nesta terça-feira, 30. Como sempre vem acontecendo nos últimos anos, o índice de paralisação é maior na região metropolitana da capital (89,02%) do que no interior do estado (77,55%). Apesar da pressão constante, os bancários não se deixaram levar pela intimidação, principalmente nos bancos privados, e demonstraram toda sua insatisfação com a provocação dos banqueiros, que evitam a via negocial.
Para o presidente do Sindicato, Marcos Henriques, o início da greve dos bancários se deu de forma pacífica, até porque foram antecipados os pagamentos dos servidores públicos estaduais e municipais. "Graças à nossa iniciativa, em solicitar a antecipação da folha de pagamentos desses servidores, cujo pagamento se estendeu até o sábado, muitos tumultos foram evitados com o nosso movimento paredista. A mobilização vai continuar e a tendência história é ampliarmos a adesão ao longo da greve", ressaltou.
Fonte: ClickPB

Cássio e Ricardo discutem e transformam debate em confronto particular; Confira!

A troca de ataques entre os candidatos ao governo do Estado da Paraíba marcou o debate realizado nesta terça-feira (30) pelas TVs Cabo Branco e Paraíba. Participaram os cinco concorrentes com representação na Câmara Federal: Cássio Cunha Lima (PSDB), Major Fábio (PROS), Ricardo Coutinho (PSB), Tárcio Teixeira (PSOL) e Vital do Rêgo (PMDB). Cássio e Ricardo travaram um duelo particular durante o debate e também foram os alvos preferidos dos demais adversários.

Com a mediação do jornalista da Rede Globo José Raimundo, o programa foi dividido em quatro blocos, cada um com cerca de 25 minutos. Em dois deles, o participantes fizeram perguntas entre si, sobre temas definidos. Nos outros dois, as perguntas foram com temas livres.

O confronto entre Ricardo e Cássio começou logo no primeiro bloco, com perguntas de temas livres. O candidato à reeleição foi o primeiro a perguntar e escolheu indagar o ex-aliado, perguntando sobre as obras de mobilidade urbana realizadas durante o governo tucano na região de João Pessoa. Em sua resposta, Cássio disse que quando assumiu a administração estadual encontrou as finanças desequilibradas e focou em dar continuidade às obras que estavam em andamento, como a duplicação da BR-230. E acrescentou que se eleito vai viabilizar projetos que garantem o contorno rodoviário de João Pessoa e a implantação de BRT nas Brs.

Em réplica, Ricardo afirmou que Cássio governou por sete anos e “não conseguiu citar uma única obra na região de João Pessoa que é a maior do Estado”. Na tréplica o tucano disse que “Ricardo tem a mania de achar que descobriu a Paraíba e não reconhece os recursos que nós deixamos assegurados”, disse fazendo referência à sua gestão.
Clima esquenta no terceiro bloco 
Com perguntas sobre temas livres, o terceiro bloco do debate foi marcado pelo confronto direto entre Ricardo Coutinho e Cássio Cunha Lima. Tárcio Teixeira (PSOL) abriu o bloco, indagando ao candidato Cássio Cunha Lima sobre o congelamento das gratificações aos servidores públicos estadual, quando o tucano governou o Estado, e obrigou o funcionalismo a fazer empréstimo para receber o 13º salário, inclusive pagando os juros ao banco.
Em seguida, a temperatura aumentou quando Cássio se confrontou com Ricardo Coutinho. O tucano disse que, em 2011 , a polícia apreendeu um saco de dinheiro, que estava em um carro blindado, com bilhetes indicando a distribuição dos recursos para secretários e seu irmão Coriolando Coutinho. Depois, a Secretaria de Segurança mandou a ocorrência para Ricardo fazer a apreciação política do caso. “Inquérito tem que ter apreciação política”, peguntou Cássio ao governador. Na resposta, Ricardo ressaltou que era “mais uma mentira contada” pelo tucano e pontuou que chamou o Ministério Público e pediu uma investigação. Ele afirmou ainda que não tinha o que temer, pois não tinha nenhum inquérito no STF (Supremo Tribunal Federal) contra si.
O bloco prosseguiu com Ricardo Coutinho perguntando a Tárcio Teixeira sobre o pagamento de precatórios. Em seguida o candidato do PSOL indagou Vital do Rêgo sobre a política de concursos públicos para o estado. E a última pergunta do debate foi do peemedebista para Major Fábio, sobre propostas para a agricultura. Por fim , cada cada um dos candidatos teve um um minuto e meio para apresentar suas considerações finais.
Fonte: JPOnline

Dilma tem 39%, Marina 25% e Aécio 19% no primeiro turno, aponta pesquisa Ibope; Confira!

Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:
Dilma Rousseff (PT): 39%
Marina Silva (PSB): 25%
Aécio Neves (PSDB): 19%
Pastor Everaldo (PSC): 1%
Luciana Genro (PSOL): 1%
Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:
- Dilma Rousseff: 42%
- Marina Silva: 38%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%
- Dilma Rousseff: 45%
- Aécio Neves: 35%
- Branco/nulo: 12%
- Não sabe/não respondeu: 8%
- Marina Silva: 38%
- Aécio Neves: 34%
- Branco/nulo: 16%
- Não sabe/não respondeu: 12%
O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00909/2014.
Fonte: G1