terça-feira, 28 de outubro de 2014

Ricardo Coutinho fará "reforma administrativa" até o final do ano na Paraíba

O governador reeleito da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), informou hoje à noite que deverá fazer uma reforma administrativa ainda este ano. A declaração foi dada em entrevista ao programa Conexão Master, da TV Master. "Posso e devo fazer [a reforma]. Vou começar um diálogo com os partidos e buscar cada vez mais qualificar o governo. Quero fazer isso o quanto antes para que no dia 1º de janeiro não assuma um monte de pessoas e para que tenhamos uma transição tranquila", disse o socialista.
 
Com uma base estimada atualmente em 15 parlamentares, o governador concordou com a tese divulgada hoje por Estela Bezerra sobre a substituição de Ricardo Marcelo no comando do legislativo. Ele foi comedido em relação à quantidade de membros de seu bloco de apoio: "O que Estela disse foi coerente. O que se esperaria dela? Que pregasse a continuidade de uma política de confronto? De uma política que gerasse R$ 48 milhões de prejuízo para o contribuinte no caso do empréstimo da Cagepa? É normal que se pregue isso, mas quem deve responder é ela. Eu concordo com ela nos meus limites porque não interfiro nos destinos da Assembleia. Posso dizer que temos uma boa base, mas eu não faço essas contas. Não tive condições ainda de pensar no líder, mas posso dizer que respeito a autonomia dos poderes. As declarações que dei sobre a Assembleia foram em reação a uma série de confrontos", afirmou.
 
Outro tema abordado por Ricardo Coutinho foi o eventual terceiro turno, com o ajuizamento, pela Coligação "A Vontade do Povo", de ações contra sua reeleição, apontando abuso de poder. " Acho que eles têm é que ir atrás de voto. Eu nunca tive caminhonete cheia de dinheiro e ninguém deu essa notícia. Se alguém cometeu ilícito, bastar ir à polícia consultar de onde sairam todos os crimes eleitorais. Não tem um da nossa coligação. Deputado, cesta básica com adesivo de deputado... eu nunca vi isso na minha vida. Então, esperem quatro anos para disputar uma eleição de novo. E vir falar em Aije. Aije temos nós! A polícia foi autônoma e não submissa. O infrator foi se dizer afrontado pela polícia que não deixou ele cometer o crime. Eu parabenizo a polícia por ter dado uma demonstração de organização, respeito. As polícias merecem todo o reconhecimento da população".
Fonte: Parlamento-PB

Governo Federal reconhece Situação de Emergência em 170 cidades paraibanas

A estiagem prolongada registrada em diversas regiões da Paraíba fez o Ministério da Integração Nacional reconhecer situação de emergência em 170 municípios. O reconhecimento foi publicado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (27) e visa acelerar o processo de liberação de recursos para ações da defesa civil.

No último dia 23, o governo do Estado já havia decretado situação de emergência nestes municípios por 180 dias. Outros 25, aguardam o reconhecimento. Segundo a Defesa Civil Estadual, as regiões mais atingidas são Sertão, Alto Sertão, parte do Curimataú e da Borborema. Dentre as cidades atingidas pela seca são Jericó, Mogeiro, Juazeirinho, Nova Floresta, São Bentinho, São José do Bonfim, Quixabá, Algodão de Jandaíra e  Sumé.

O gerente-executivo da Defesa Civil Estadual, coronel Cícero Hermínio, disse que todos os municípios elencados foram afetados no mesmo grau. Quando do reconhecimento por parte do Estado, o governo remeteu a lista à Secretaria Nacional de Defesa Civil para solicitar ao Ministério da Integração, afim de receber recursos federais a serem revertidos em ações voltadas para minimizar os danos causados pela seca, como distribuição de água, manutenção de poços e distribuição de ração animal.
Para ter direito aos recursos, prestação de serviços de voluntários para o reforço das ações de respostas ao desastre natural e dispensa de licitações, contratos e aquisições de bens e serviços necessários para amenizar os efeitos da estiagem, previstos no decreto nº 35.456 de 21 de outubro de 2014, os municípios precisam apresentar prova documental estabelecida pelo Formulário de Informação e Desastre (Fide), e pelo croqui das áreas afetadas.
Fonte: JornaldaParaíba

Grupo é preso após usar armas de brinquedo em assalto a ônibus na Paraíba; Confira!

A Polícia Militar prendeu, na noite dessa segunda-feira (28), duas pessoas por estarem praticando assaltos a ônibus com uma arma de brinquedo na cidade de Campina Grande. Com a dupla, foram apreendidos dois adolescentes. Um de 15 e o outro de 17 anos.

De acordo com informações da Polícia, o grupo teria entrado no Terminal de Integração e após chegar no bairro São José anunciou o assalto utilizando um revólver de brinquedo, réplica de uma arma calibre 38.

A Polícia disse ainda que o motorista do ônibus levou o coletivo até a frente do prédio onde funciona o 2º Batalhão de Polícia Militar.

Na oportunidade, os policiais desconfiaram da movimentação e foram averiguar o que estava acontecendo. Nesse momento, os suspeitos fugiram ao perceberem a aproximação dos PM´s. Após perseguição, foram detidos pela viatura da Força Tática e Rádio Patrulha.

Os assaltantes foram conduzidos para a Central de Polícia Civil e vão responder pelo crime cometido. Com o grupo, a Polícia recuperou 11 aparelhos celulares provavelmente fruto dos assaltos.

Fonte: MaisPB

Institutos de pesquisa acertaram resultado das Eleições na Paraíba; Confira!

Os institutos de pesquisa Ibope e Ipespe acertaram os resultados das eleições na Paraíba, tanto para o governo do Estado como para presidente da República. Ambas as pesquisas foram divulgadas pelo Jornal da Paraíba ao longo da campanha eleitoral. Dentro da margem de erro de cada instituto, os números se aproximaram dos dados oficiais divulgados pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.
Tanto o Ibope como o Ipespe apontavam uma disputa apertada na Paraíba. No segundo turno, Ricardo Coutinho (PSB) virou o jogo e venceu a eleição para o governo do Estado com 52,61% dos votos. Seu adversário, Cássio Cunha Lima (PSDB), obteve 47,39%. Na eleição presidencial, Dilma Rousseff (PT) venceu na Paraíba com 64,26% dos votos contra 35,74% de Aécio Neves (PSDB).
Na pesquisa Ibope, Ricardo venceria a eleição com 53% dos votos válidos, enquanto Cássio obteria 47%. A margem de erro era de três pontos percentuais para cima ou para baixo. Pelos números da pesquisa Ipespe, o candidato do PSB se apresentava com 52% dos votos válidos, enquanto o candidato do PSDB detinha 48% dos votos válidos. A margem de erro era de 2,6%. Na disputa para a Presidência da República, o Ibope apontava a vitória de Dilma na Paraíba com 63% dos votos válidos, ficando Aécio na segunda colocação com 37%. Já o Ipespe, dava a candidata do PT com 66% dos votos válidos, enquanto o candidato do PSDB aparecia com 34%.
Fonte: JornaldaParaíba

Dilma afirma que anunciará até o final de ano medidas para conter inflação e controlar economia; Confira!

A presidente reeleita Dilma Rousseff (PT) afirmou na noite desta segunda-feira (27), em entrevista ao Jornal Nacional, que antes do fim do ano vai anunciar "de forma muito clara" as medidas que tomará em relação à economia.
Ela disse que pretende dialogar com todos os setores da economia antes de começar a adotar medidas para "transformar e melhorar o crescimento da nossa economia".
A exemplo do que fez no discurso pronunciado neste domingo, após o anúncio do resultado da eleição, a presidente voltou a defender um plebiscito para aprovação de uma reforma política, o que classificou como prioridade para o próximo mandato. Um dos pontos que ela defendeu durante a campanha eleitoral foi o fim do financiamento de empresas às campanhas eleitorais.
Dilma também defendeu a adoção de medidas de combate à corrupção – na campanha eleitoral, propôs transformar em crime a prática de caixa dois. Segundo ela, a prisão de corruptos não deve ser motivo para instabilidade política.
Fonte: G1

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Teixeira-PB: Veja quais foram os candidatos mais votados na cidade

Dilma e Cássio obtiveram as maiores votações.
Ricardo também teve votação expressiva.

Os eleitores teixeirenses foram às urnas ontem (Domingo 26/10) escolher seus representantes para o Governo do Estado e a Presidência da República.

Com 10.527 eleitores (Dados do TSE), ao todo 78,55% desse total compareceram às urnas, havendo 21,45% de abstenção. Em votos válidos, foram contabilizados 7.794 votos (94,26%), havendo ainda 122 votos em Branco (1,48%) e 353 Nulos (4,27%).

Para governador, Cássio Cunha Lima obteve a maior votação na cidade, obtendo 4.049 votos, o que corresponde a 52,88% do eleitorado local. Logo em seguida veio o governador reeleito Ricardo Coutinho, que obteve na cidade 3.608 votos, o que corresponde a 47,12% dos eleitores. Em números gerais, a disputa entre os dois candidatos em Teixeira foi apertada, com apenas 441 votos de diferença. No Primeiro Turno, Cássio havia ganhado com uma vantagem bem mais expressiva.

Para presidente, houve a vitória esmagadora da presidenta reeleita Dilma Rousseff, que obteve no município 79,28% (6.179 votos) dos votos, contra 20,72% (1.615 votos) do candidato derrotado Aécio Neves.

Esses resultados já eram esperados devido ao apoio do prefeito Nego de Guri e outras lideranças locais aos respectivos candidatos, além da tradicional preferência do eleitorado teixeirense às coligações encabeçadas pelos mesmos.
Raízes do Sertão:.s

Mais de meio milhão de paraibanos não compareceram às urnas neste Domingo

Paraíba manteve o alto índice de abstenção de eleitores, assim, como no primeiro. Neste domingo (26), 510.208, dos 2.834.880 paraibanos aptos a votar, não compareceram às urnas para exercer sua cidadania. O número representa (18%) do eleitorado.

O percentual de abstenção é quase cinco vezes mais que a diferença de votos entre o governador reeleito Ricardo Coutinho (PSB) e o derrotado Cássio Cunha Lima (PSDB), que foi de 111.563 votos. O socialista obteve 1.125.956 votos (52,61%), enquanto o tucano ficou com 1.014.393 votos (47,39%). 

Além dos que faltaram a votação, também tiveram aqueles eleitores que preferiam anular ou votar em branco. Foram 43.095 votos em branco (1,85%) e 141.228 nulos (6,08%).

No primeiro turno abstenção nas eleições da Paraíba este ano chegou a 17,65%, ou seja, 500.260 eleitores. Votos brancos foram 107.143 (4,59%) e nulos de 192.482 votos (8,25%).
Fonte: TRE-PB