quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Teixeira recebe visita de representante da UFCG para implantação do Pólo Universitário no município; Veja!

Na manhã da última segunda-feira (15), o vice-diretor do campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em Patos, o professor Sérgio Ricardo Araújo de Melo e Silva, esteve presente na cidade de Teixeira-PB, onde participou de uma reunião com membros da administração municipal, no intuito de tratar os encaminhamentos finais da implantação do Polo Universitário no município.
Na oportunidade estiveram presentes o prefeito Nego de Guri, além do secretário de educação João Batista Filho, Djalma Ferreira (secretário de administração), Valdirene Novo (secretária de saúde), Estoécio Júnior (chefe de gabinete), Marco Aurélio (diretor de controle interno) e Dr. Luiz Gustavo (advogado).
Após a reunião, o professor Sérgio Ricardo, que demonstrou grande satisfação com o andamento do processo, visitou a escola localizada no bairro Pedra do Galo, juntamente com representantes da administração, para conhecer as instalações onde funcionará o polo.
Outro encontro está marcado para acontecer no campus da UFCG, com a presença do chefe de gabinete, secretário de educação e diretor de controle interno, que na oportunidade estarão conversando e acertando os detalhes finais com a diretora Ana Célia e toda a comissão de extensão.
A prioridade é que todo este trabalho inicial seja realizado o mais breve possível, e o funcionamento comece até o segundo semestre de 2015, onde durante a discussão da implantação a universidade apresentou a sugestão de iniciar com os cursos e Tecnologia da Informação - TI (com especialização para professores e demais profissionais da área) e graduação em Biologia.
Todos estes cursos terão modalidade EAD (semi presencial), e com isso será montado um laboratório, equipado com computadores adquiridos pelo prefeito Nego de Guri, junto ao Ministério do Trabalho. São 25 computadores (e não 75, como havia sido anunciado anteriormente), sendo 50 telas e 25 CPU’s.
Fonte: Secom Teixeira-PB

Teixeira-PB: Lojistas comemoram aumento nas vendas neste mês de Dezembro


O comércio teixeirense está em ritmo de comemoração na primeira quinzena deste mês. O natal e o ano novo injetam ânimo no comércio local. O volume de vendas no período alcança índices elevados, nos mais diversos setores da economia. Estima-se que o crescimento seja superior a 20% em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa é de que os bons resultados continuem ao longo deste mês.
Para alguns comerciantes de Teixeira, boa parte deste otimismo está relacionada as festividades do natal, que trouxe incremento e elevação no faturamento das lojas.
O comércio está vivendo um momento especial. Os resultados são muito positivos, graças a estes eventos estão movimentando a cidade, como nesta quinzena com o pagamento do Estado e da Prefeitura.
Entre os segmentos que registram maior alta nas vendas, destaque também para a perfumaria, cosméticos, restaurante, vestuário e principalmente os supermercados. Este último coleciona resultados positivos.
Fonte: JornalistaThércioRocha

Polícia estoura boca de fumo e prende jovem acusado de tráfico de drogas em Patos


A Polícia Militar conseguiu estourar uma boca de fumo na manhã desta quarta-feira, (17), em uma localidade mais conhecida como Beiral, na cidade de Patos.
 
Uma equipe da Ronda Ostensiva Táticas com Apoio de Motocicletas, (ROTAM), do 3º Batalhão de Polícia Militar estava realizando rondas no bairro e se deparou com o jovem em atitude suspeita. Ao avistar os policias, o acusado rapidamente fechou a porta da residência.
 
Na residência do acusado foram encontradas 33 trouxinhas de maconha, um celular, além de uma quantia de R$ 17 em dinheiro. Na delegacia, o jovem disse que não tinha nada haver com o caso e que a droga não era dele.
 
Pedro Pereira da Silva, de 25 anos, foi preso, conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Patos e entregue as autoridades competentes para as medidas de praxe.
Fonte: MaisPatos

TCE reprova contas e impõe débito de R$ 3 milhões a ex-prefeito de Imaculada; Confira!


O Tribunal de Contas da Paraíba, reunido nesta quarta-feira (17), emitiu parecer contrário à aprovação das contas de 2012 do ex-prefeito de Imaculada, José Ribamar da Silva, a quem imputou o débito de R$ 3.173.330,00 por despesas irregulares e pagamentos não comprovados, conforme voto do conselheiro Fernando Catão, relator do processo. Cabe recurso.
A ex-prefeita de Pedras de Fogo, Maria Clarice Ribeiro Borba, teve as contas de 2011 reprovadas, entre outros motivos, por despesas irregulares, razão pela qual sofreu débito superior a R$ 803 mil, em parte aplicado, solidariamente, a empresas contratadas durante o exercício.
Gastos sem comprovação acarretaram a reprovação das contas de 2012 do ex-prefeito de Remígio, Luís Cláudio Régis Marinho, a quem foi imposto débito superior a R$ 150 mil.
O ex-prefeito de Araçagi, Onildo Câmara Filho, teve as contas de 2012 desaprovadas em razão, sobretudo, do não pagamento de obrigações previdenciárias, irregularidade         que resultou déficit financeiro para o município, como entendeu o relator Oscar Mamede Santiago Melo.
O não recolhimento de contribuições previdenciárias acarretou, também, a reprovação, por maioria, às contas de 2012 do ex-prefeito de São Bento, Jaci Severino de Souza. A questão previdenciária, além de restos a pagar, contribuíram para a desaprovação, ainda, às contas de 2012 do prefeito de Belém do Brejo do Cruz, Germano Lacerda Cunha, conforme propôs o relator Marcos Costa.
Tiveram as contas de 2012 aprovadas os ex-prefeitos de Belém (Roberto Flávio Guedes Barbosa), Emas (Fernanda Maria Marinho de Medeiros Loureiro) e São Miguel de Taipu (Marcilene Soares da Costa), por maioria de votos, nesses três casos. Também houve aprovação às contas oriundas das Prefeituras de Duas Estradas, Lastro e Paulista (exercício de 2012), Cajazeirinhas, Aparecida, São Domingos, Camalaú, Coxixola e Congo (2013).
Fonte: Ascom-TCEPB

Proprietários de veículos da Paraíba pagarão IPVA menor em 2015; Confira!

Redução média do imposto será de 3,8% e veículos fabricados antes de 1999 ficarão isentos da cobrança.Índice toma como base levantamento realizado pela Fipe.

Os proprietários de veículos usados da Paraíba terão uma redução média de 3,8% no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) em 2015, quando comparado ao valor pago neste ano. A redução toma como base uma pesquisa realizada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que avaliou os preços da frota de mais um milhão de veículos do Estado.

De acordo com a pesquisa,os veículos fabricados no intervalo de 2007-2013 terão uma redução maior no pagamento do tributo do IPVA em 2015 (4,5%). A redução média do IPVA de automóveis usados será de 3,2%, enquanto a queda do tributo sobre motos e similares será de 4,4%. Caminhonetes e utilitários terão redução de 3%; caminhões, ônibus e micro-ônibus terão uma queda de 3,1%.

Segundo o secretário de Estado da Receita, Marialvo Laureano, o calendário escalonado de pagamento com base no número final da placa e o desconto de 10% para o proprietário que optar pelo pagamento à vista foram mantidos.

Além disso, veículos fabricados antes de 1999 ficarão isentos do IPVA em 2015. "Contudo, esses veículos não ficarão isentos das demais taxas que envolvem o emplacamento, como seguro obrigatório (DPVat), licenciamento do Detran e a taxa de bombeiro", ressaltou Laureano.

Calendário

Para os proprietários das placas com final 1 ou 2, a data limite para o pagamento do IPVA será dia 30 de janeiro; as demais placas (de final 3 até o zero) seguem em datas de pagamento sempre no último dia útil de cada mês. 

Fonte: Secom-PB

Mais de 7 milhões de pessoas ainda passam fome no Brasil; Confira!


RIO - Cerca de um quinto dos domicílios brasileiros (22,6%) tiveram algum tipo de restrição ou ao menos preocupação sobre ter alimento na mesa. Desses, 3,2% dos lares ou 7,2 milhões de pessoas tiveram fome, comprometendo a qualidade e a quantidade de alimentos dados inclusive a crianças em formação. Os dados fazem parte do Suplemento Segurança Alimentar, elaborado pelo IBGE com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad 2013) em 65,3 milhões de domicílios. Os entrevistadores perguntaram em lares do país qual a percepção delas em relação aos alimentos, se houve alguma restrição é uma carência nos últimos 90 dias que pode ser leve, moderada ou grave, tanto em quantidade ou qualidade.
Uma comparação com os últimos dez anos mostra avanço no país nos indicadores. Em 2004, a fatia de domicílios que se declaravam confortáveis em relação aos alimentos eram 65,1%. Dez anos depois, em 2013, esse percentual subiu para 77,4%. Já os casos de insegurança, medida em três níveis desde a preocupação com a falta de alimentos no futuro até a efetiva restrição, recuaram de 18%, em 2003, para 14,8%, em 2013. A chamada insegurança moderada, quando existe redução de alimentos para adultos, passou de 9,9% para 4,6%. O de insegurança grave, quando atinge crianças, recuou de 6,9% para 3,2%.
Neste ano, o Fundo das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) informou que o percentual de pessoas com insegurança alimentar aguda chegou a 1,7%, considerado erradicação, no entanto, a miséria parou de cair no país. Após uma década de queda sistemática da pobreza extrema, ela subiu de 3,6% para 4%.
O IBGE utilizou a Escala Brasileira de Insegurança Alimentar (Ebia) para identificar e classificar os domicílios de acordo com o grau de segurança alimentar, ou seja, se existe uma situação de conforto ou de medo e risco de ficar sem comer. A escala prevê quatro categorias. A segurança alimentar se aplica a domicílios que têm acesso regular e permanente a alimentos de qualidade em quantidade suficiente. Já a insegurança alimentar pode ser leve, moderada e grave.
Ela é leve quando em um lar há preocupação ou incerteza quanto ao acesso aos alimentos no futuro e a qualidade é considerada inadequada em casos de pessoas que não querem comprometer quantidade. No caso da insegurança alimentar moderada, ela está presente quando se verifica a redução quantitativa de alimentos entre adultos. Já a insegurança alimentar grave é constatada com a redução quantitativa de alimentos entre crianças e a fome (quando alguém fica o dia inteiro sem comer por falta de dinheiro).
Fonte: OGlobo

Polícia Federal confirma vazamento de tema da redação do Enem; Confira!

O delegado regional de Combate ao Crime Organizado da Superintendência da Polícia Federal (PF) no Piauí, Alexandre Uchôa, afirmou que houve o vazamento do tema da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015. Segundo o delegado, a foto que um estudante piauiense recebeu horas antes da prova é verídica. O estudante gravou um vídeo mostrando o envelope que os candidatos recebem para guardar o celular lacrado após ter feito a prova. Ao abrir e ligar o aparelho, ele mostrou a imagem da página com o tema da redação sobre "Publicidade infantil no Brasil".

“Houve mesmo a questão da foto, ela é verídica, mas não sabemos de onde partiu e como vazou. A investigação está em curso e somente no final deste levantamento teremos estas informações”, declarou.

O delegado acrescentou que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem, ainda não foi comunicado oficialmente sobre o andamento das investigações.Segundo ele, a instituição receberá o relatório do levantamento somente após a conclusão do inquérito.
Procurado pelo G1, o Inep informou que vai se posicionar sobre o caso mais tarde.
Fonte: G1