terça-feira, 15 de abril de 2014

Teixeira-PB: População reclama de falta d´agua em vários bairros da cidade; Veja!

População reclama de falta d´agua em vários bairros da cidade.
Moradores dizem que Cagepa é omissa.
A população da cidade de Teixeira está cobrando explicações por parte da Cagepa municipal, sobre a falta d´agua que acomete vários bairros há dias, no município.

De acordo com informações de moradores, os bairros mais afastados do centro não recebem o fornecimento adequado de água há pouco mais de uma semana, prejudicando assim as pessoas que ali vivem e impossibilitando diversas atividades.

Os moradores reclamam ainda que, mesmo com dois açudes com água e já no ponto para o fornecimento, a cidade continua em situação de racionamento. Além disso, mesmo com os longos hiatos no abastecimento, a conta mensal de água continua a chegar nas residências.
A população afirmam também que a Cagepa está agindo com omissão, sem fazer qualquer declaração sobre o problema, e pedem para que a mesma dê as devidas explicações e restitua o fornecimento de água de forma regular.
Raízes do Sertão:.s

Prédio da Cadeia Velha é oficialmente interditado por risco de desabamento em Teixeira

A Prefeitura Municipal de Teixeira interditou nesta sexta-feira (11/04) a área onde está localizado o predico da Casa de Câmara e Cadeia (Cadeia Velha).

O prédio histórico no centro de Teixeira está com a estrutura comprometida. O Decreto nº 25.156/2004 publicado no diário Oficial do Estado traz a homologação a Deliberação nº 027/2004, do Conselho de Proteção dos Bens Históricos Culturais – CONPEC, órgão de Orientação superior do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba – IPHAEP, com declaratória de Tombamento da Antiga Casa de Câmara e Cadeia.

O prédio foi isolado para garantir a segurança dos pedestres e motoristas que trafegam pela localidade, com as ultimas chuvas caídas o risco de desabamento aumentou ainda mais.
Fonte: SecomTeixeiraPB

Bandidos cercam delegacia, atiram contra policiais e explodem banco na Paraíba

Um posto de atendimento do banco Bradesco na cidade de Camalaú, situada na região do Cariri do estado a 331 km de João Pessoa, foiexplodido na madrugada desta segunda-feira (14).

Os suspeitos da ação criminosa ainda cercaram a delegacia e efetuaram tiros contra os policiais, que ficaram encurralados.

Segundo o sargento Antônio Pereira, do 11º Batalhão de Polícia Militar, cerca de nove homens chegaram em várias motocicletas e parte do bando foi em direção ao banco e o outro cercou a delegacia.

“Os bandidos efetuaram vários tiros contra a delegacia, onde estavam os policiais militares. Os dois PM´s não revidaram. Eles não ficaram feridos. Os bandidos usaram explosivos potentes. O prédio do banco ficou completamente destruído”, disse o policial.

O sargento informou que um caixa eletrônico foi explodido de onde os bandidos levaram todo o dinheiro. “A quantia levada não foi revelada. Peritos da Polícia Civil estiveram no local”, disse. Os assaltantes fugiram com destino a cidade de São João do Tigre, na mesma região. Até às 8h40, eles não foram presos.

Fonte: CatingueiraOnline

Paraíba gera menos empregos por falta de saneamento básico, diz pesquisa


A Paraíba poderia ganhar mais 17.300 postos de trabalho e R$ 145,79 milhões somente no setor do turismo se universalizasse as ações de saneamento básico no Estado. Os dados são do estudo ‘Benefícios da Expansão do Saneamento Brasileiro’, lançado pelo Conselho Empresarial Brasileiro para o Desenvolvimento Sustentável (CEBDS) e o Instituto Trata Brasil.

Divulgado este mês, o levantamento que analisou todo o país mostra ainda que os nove Estados do Nordeste somariam mais 139.836 postos de trabalho, com uma geração adicional de renda de R$ 1,3 bilhão vinda desses novos empregos e trabalhadores do setor. A Paraíba poderia se beneficiar já que grande parcela da renda do Estado vem dos empregos diretos gerados pela atividade turística, nas redes hotelarias, pequenas pousadas e até quiosques nas praias.

Segundo Marina Grossi, presidente do CEBDS, ao avaliar uma futura visão do Brasil até 2050 foi possível perceber algumas evoluções do país, mas também algumas mazelas, e o saneamento básico é uma delas. Enquanto o governo brasileiro está erradicando a megapobreza, em um ranking de 200 nações, o Brasil está no fim da fila quando se trata de tratamento de esgoto e água, ocupando a 112ª colocação.

Como o Nordeste e outras regiões do país se destacam na área do turismo, este setor tem grandes perdas porque o visitante, ao analisar o destino, quer saber a situação da água e para onde está indo o lixo. “Se não há saneamento básico, o local não tem estrutura para receber o turista e além disso degrada os meios naturais”, enfocou Marina Grossi, presidente do CEBDS.
Fonte: JornaldaParaíba

Governo propõe salário mínimo de R$ 779 para 2015; Confira!


Com estimativa de crescimento da economia de 3% e inflação em 5% para 2015, o governo encaminhou nesta terça-feira (15) ao Congresso Nacional o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2015 (LDO-2015). Pelo projeto, o salário mínimo será reajustado em 7,71% e vai ficar em R$ 779,79 em 2015 — hoje o mínimo está em R$ 724.
O governo estima que o superávit primário para o setor público consolidado será de R$ 143,3 bilhões, valor que corresponde a 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto) — soma de todos os bens e serviços produzidos no País.
Com o abatimento dos R$ 28,7 bilhões destinados ao PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), a meta do superávit primário fica em R$ 114,7 bilhões (ou 2% do PIB).
Superávit primário é a poupança para pagar os juros da dívida que o governo tem com outros países e outros credores. Na medida em que o país consegue alcançar as metas de superávits primários, indica que tem condições de pagar suas dividas. 
A LDO tem como principal finalidade orientar a elaboração dos orçamentos fiscais e da seguridade social e de investimento dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, das empresas públicas e das autarquias.
Fonte: R7.com

quinta-feira, 10 de abril de 2014

Teixeira-PB: Cadeia Velha será interditada por risco de desabamento; Veja!

Cadeia Velha pode ser interditada por risco de desabamento. Causa são as chuvas.
De acordo com fontes da nossa reportagem, o prédio da Cadeia Velha, que fica no centro da cidade Teixeira, será  interditado por risco de desabamento.

Segundo essas informações, o prédio será interditado por oferecer risco àqueles que transitam em sua proximidades. O edifício, que há anos não passa por nenhuma reforma e sofre com o descaso por parte das autoridades, já perdeu cerca de 80% de sua estrutura original, que caiu, sendo a parte detrás a mais danificada. Com o advento das chuvas fortes que vêm caindo no município nas últimas semanas, a situação se complicou, e o que resta da Cadeia pode ruir a qualquer momento.

Meses atrás, o Blog Raízes do Sertão fez uma matéria denunciando o descaso com o monumento e apelando às autoridades competentes que tomasse alguma atitude, mas nada foi feito. A Cadeia Velha não só é um dos principais documentos da história da cidade como também é o único prédio em Teixeira tombado pela  IPHAEP (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba) sendo, por tanto, de responsabilidade do Governo do Estado.

Segundo fontes, vários técnicos já visitaram o local e afirmaram categoricamente que o prédio está condenado, ou seja, sem qualquer possibilidade viável de uma reforma. Nesse caso, a melhor solução seria a demolição, embora isso só possa ser determinado pelo governo estadual.
Nos próximos dias uma faixa deve ser posta no local, alertando aos transeuntes para que fiquem longe do prédio.
Raízes do Sertão:.s

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Teixeira-PB: Aesa prevê mais chuvas para os próximos dias; Veja!


A previsão do tempo para as próximas 24 horas é de chuvas isoladas nas regiões do Brejo, Agreste, Cariri, Curimataú e Sertão. De acordo com o setor de Monitoramento e Hidrometria da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa) a intensidade das precipitações deve variar de moderada a forte.
Segundo a meteorologista do Governo do Estado, Marle Bandeira, este prognóstico, iniciado às 9 horas desta quarta-feira (9), pode se estender para as próximas 48 horas. “Hoje de manhã percebemos que as condições meteorológicas permanecem quase que inalteradas em relação aos últimos dias. Isso acontece por conta da formação de áreas de instabilidade associadas à atuação da Zona de Convergência Intertropical. Este é o principal sistema causador de chuvas entre os meses de fevereiro e maio no Semiárido paraibano”, relatou.
Em Teixeira
Para o município de Teixeira e demais municípios da região serrana, a meteorologia prevê mais chuvas para essa semana, duas delas acima da média. De acordo com alguns dados, já choveu no município mais de 580 milímetros desde que o inverno teve início.
Fonte: Aesa / Edição: Raízes do Sertão